Avião vai ajudar a replantar com sementes zonas destruídas pelos incêndios
A ação consiste na descarga de milhares de sementes de gramíneas e leguminosas numa área de 50 hectares nos concelhos de Gouveia, Mangualde, Nelas, Oliveira do Hospital, Seia e Tondela.
A ação consiste na descarga de milhares de sementes de gramíneas e leguminosas numa área de 50 hectares nos concelhos de Gouveia, Mangualde, Nelas, Oliveira do Hospital, Seia e Tondela.
Redação Por Redação 06/12/2017
    Compartilhe:

Um avião Dromader M-18, o mesmo utilizado no combate às chamas que destruíram milhares de hectares de floresta este ano, é o mesmo que está a ser utilizado agora numa "operação" que pretende evitar a erosão dos solos dos espaços que foram dizimados pelas chamas.

A ação consiste na descarga de milhares de sementes de gramíneas e leguminosas numa área de 50 hectares nos concelhos de Gouveia, Mangualde, Nelas, Oliveira do Hospital, Seia e Tondela.

As sementes vão cair, sobretudo, nas encontras e locais de menor acesso e onde há maior risco de derrocadas. Os locais vão ser escolhidos pelos municípios envolvidos.

O projeto "Semear Portugal por Via Aérea" é uma ação conjunta do movimento cívico "Replantar Portugal", da Take C'Air Crew Volunteers, da Quercus e da empresa de serviços aéreos Avitrata. 

Comente com o facebook

Publicidade